Publicidade

domingo, 9 de novembro de 2014 Bastidores, TV aberta | 07:00

Marília Gabriela sobre série: “vou ficar na fila para segunda temporada”

Compartilhe: Twitter
Marília Gabriela. Crédito: Divulgação/Globo

Marília Gabriela. Crédito: Divulgação/Globo

Foi baseado no livro de Marília Gabriela que Euclydes Marinho, a pedido de Amora Mautner, montou o roteiro da série “Eu Que Amo Tanto”, que estreia neste domingo (9) no “Fantástico”.

SIGA O BLOG NO INSTAGRAM

A jornalista/atriz reuniu depoimentos de mulheres que frequentam o grupo Mada (Mulheres que Ama Demais Anônimas) e, na telinha, Amora selecionou Carolina Dieckmann, Mariana Ximenes, Marjorie Estiano e Susana Vieira para protagonizaram os quatro capítulos.

Marília assistiu ao resultado final e ficou encantada. Tanto que confessou desejar um papel caso a série – elogiada pela direção da casa – ganhe nova temporada: “É excessivo dizer isso, mas dá muita vontade de fazer um capítulo. Esse trabalho é mel na sopa das atrizes que receberam essa proposta. É uma oportunidade rara. Se a série continuar, eu acho que outras atrizes deveriam cobiçar (um papel), e eu vou ficar na fila. É preciso se colocar à prova mesmo”.

Ela não poupou elogios para Amora, Euclydes e equipe. “A raiz da série foi meu livro, mas o rei do roteiro é o Euclydes. Eu fiquei encantada a partir da primeira cena, em que as mulheres aparecem de bruços na cama, meio mortas, que é como a gente fica quando sofre por amor. Ficou muito melhor do que eu imaginava”.

SIGA O BLOG NO TWITTER

Vale mesmo ficar de olho. O trabalho, por completo, é primoroso. Amora e sua parceira de direção, Joana Jabace, arrancam das protagonistas sentimentos intensos e diversos. Na tela, com luz quente, zero make, figurino e amor em excesso, é arrebatador #dicadanina

Vem ver isso aqui também, menina…:

Programão em família: “Frozen” chega ao Telecine

“Eu sou melhor que a Bruna Marquezine?”

“Alto Astral” estreia com boa frente de gravação

Autor: Tags: , , , , ,

1 comentário | Comentar

  1. 51 umbelina Maria da Cunha Lustosa 09/11/2014 8:58

    O MUNDO NÃO TEM IDEIA, DO QUE SÃO CAPAZES AS MULHERES QUANDO SE TRATA DE AMOR. ADVOGADA MILITANTE HÁ 30 TRINTA ANOS, DEBRUÇO-ME DIANTE DE UM ACERVO DE COISAS PROIBIDAS ÀS QUAIS FICAVAM AS MESMAS SUBMISSAS E SUJEITAS PARA MANTEREM UM AMOR. NAQUELE MOMENTO VEM EM PRIMEIRO LUGAR O RESPEITO À DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA, A ÉTICA PROFISSIONAL, O RESPEITO AO AMOR SENTIDO POR AQUELAS PESSOAS. QUALQUER SER HUMANO ESTÁ SUJEITO A LOUCURAS POR CAUSA DE AMOR. GOSTARIA QUE SE FOR ACEITA, E SERÁ, MARÍLIA GABRIELLA PUDESSE INTERPRETAR O PAPEL DE UMA MULHER NORDESTINA COM FÍSICO E CARA DE SULISTA, QUE NA DÉCADA E FINAL DE 77, DESAFIOU UMA AUTORIDADE, CORREU RISCOS E AMEAÇAS DE TODA ESPÉCIE, DISPUTANDO COM ELE O SEU GRANDE AMOR, UMA HISTÓRIA VERÍDICA.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.