Publicidade

Posts com a Tag Ricardo Waddington

segunda-feira, 17 de novembro de 2014 TV aberta | 16:42

Globo anuncia nova diretoria de Entretenimento

Compartilhe: Twitter
Da esq. para dir.: Ricardo Waddington, Silvio de Abreu, Guel Arraes e Boninho (sentados), e Monica Albuquerque, Carlos Henrique Schroder e Eduardo Figueira

Da esq. para dir.: Ricardo Waddington, Silvio de Abreu, Guel Arraes e Boninho (sentados), e Monica Albuquerque, Carlos Henrique Schroder e Eduardo Figueira

Essa é para quem gosta dos bastidores dessa engenhoca chamada TV: o Entretenimento da Globo passará por uma grande transformação em breve. Em nota, a emissora confirmou nesta segunda-feira (17) que o núcleo, comandado por Manoel Martins, ganhará diretorias especializadas por gênero logo após a aposentadoria do diretor-geral, que está há 37 anos na empresa.

SIGA O BLOG NO INSTAGRAM

As novas diretorias são: Dramaturgia Diária, Dramaturgia Semanal e Variedades. Para completar, a estrutura fecha com duas atuais diretorias: Produção, comandada por Eduardo Figueira, e Desenvolvimento Artístico, dirigida por Monica Albuquerque.

Sílvio de Abreu será o cabeça da Dramaturgia Diária, que engloba todas as novelas no ar e planejadas para os próximos anos. Guel Arraes fica responsável por séries (como “Amores Roubados”, “Dupla Identidade”, etc). Boninho entra como diretor de Variedades de programas diários (como “Mais Você” e “Vídeo Show”) e realities (“The Voice”, “Big Brother Brasil”, etc), e Ricardo Waddington comanda os programas noturnos (como “Amor e Sexo”) e de fim de semana (“Caldeirão”, “Esquenta”).

SIGA O BLOG NO TWITTER

Todos os diretores de Entretenimento responderão diretamente ao diretor-geral da emissora, Carlos Henrique Schroder. Vale registrar que essas mudanças já estavam em processo na Globo. Os fóruns de criação, implantados no início do ano, eram parte desse novo projeto. 

Vem ver isso aqui também, menina…:

“Império”: Diamante rosa espatifa em quatro pedaços

Betty Lago decide causar na web em canal divertidíssimo

“Império” chega ao capítulo 100 com novo personagem; veja!

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 18 de agosto de 2014 Novela, TV aberta | 07:00

Waddington: “Sou um homem de TV aberta, de falar com muita gente”

Compartilhe: Twitter
Ricardo Waddington. Crédito: Divulgação/Globo

Ricardo Waddington. Crédito: Divulgação/Globo

Ricardo Waddington trabalha na base do diálogo. É um processo que vai e precisa ter retorno, ter feedback. É o que garante seus próximos passos sempre.

No ar como diretor geral e de núcleo de “Boogie Oogie” (que o blog está amando!), ele reafirmou essa sua posição. E diz ser esse o detalhe primordial para ter um produto de qualidade no ar.

SIGA O BLOG NO INSTAGRAM

“Nós, que fazemos TV aberta, temos que ter humildade. Não dá para ter arrogância de não dialogar com o público. O diálogo é necessário, assim como é natural mudar rumos de uma história após ter conhecimento deste diálogo. Desde sempre é assim”, comentou.

E se engana quem pensa que Waddington gostaria de fechar essa porta e partir para lugares mais autorais, como os que a TV fechada permite.

SIGA O BLOG NO TWITTER

“Sou um homem de TV aberta, de falar com muita gente. Sou formado nisso. Não quero nem cinema, nem teatro, nem TV fechada. Já fiz vários gêneros de programas, sou dessa geração que topa desde novela até linha de show. Essa é a minha escolha. Na TV fechada, se o cara quer o produto, ele paga e te vê. Senão, não paga. A TV aberta é outra relação, e por isso precisa ter uma altíssima qualidade”, mandou o mestre.

Vem ver isso aqui também, menina…:

Chá com Paty: Calmaaaaa, Luiz Bacci!

Mônica Martelli conquista mais uma plataforma com “Os Homem são de Marte…”

Grávida, Taís Araújo mantém planos para peça em 2015

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 4 de agosto de 2014 Novela | 14:10

“Boogie Oogie”: Autor promete virada na trama a cada 50 capítulos

Compartilhe: Twitter
Rui Vilhena. Crédito: Globo/Divulgação

Rui Vilhena. Crédito: Globo/Divulgação

Nesta segunda-feira (4), Rui Vilhena estreia sua novela “Boogie Oogie” com carinho na faixa das 18h da Globo e embarca com o telespectador para uma viagem com destino ao ano de 1978.

Em jogo, troca de bebês, discoteca, vingança, amor, inveja, humor, traição e tudo mais que um bom folhetim deve ter. Para salpicar curiosidade e prender a nossa atenção, ele adiantou um detalhe.

VEJA FOTOS NO INSTAGRAM

“A novela já foi construída como uma caixa de pandora. Ou seja, de 50 em 50 capítulos é como se ela começasse outra vez. Nesses intervalos, algo de grande acontecerá na trama para alterar seu destino por completo”, disse ao blog o autor.

Logo no primeiro intervalo, a troca dos bebês – Sandra (Isis Valverde) e Vitória (Bianca Bin) são trocadas na maternidade – é revelada. Rui não esconde sua felicidade pelas poucas cenas que já assistiu.

SIGA O VEM, GENTE! NO TWITTER

“Como autor, é muito gratificante ver o produto final do seu sonho, ver quando o texto se torna realidade, quando as imagens saem do papel. Enquanto estou trabalhando, escrevendo a história, estou feliz, estou vivendo outras vidas que não são a minha. E criar outras vidas é uma forma de não pensar muito na minha (risos)”, falou.

Vem ver isso aqui também, menina…:

“Pedacinho” tem gosto de várias delícias que lembram saudade

Alessandra Negrini volta à faixa das 18h com “Boogie Oogie”

Conheça a ambiciosa deputada Júlia, de “Plano Alto”

Autor: Tags: , , , , , , ,

sábado, 10 de maio de 2014 TV aberta | 08:00

Mariana Xavier entra no “Vídeo Show”: “Não é só modelete que pode ser repórter”

Compartilhe: Twitter

mari-xavier

Mariana Xavier nem pensava em voltar para a TV tão cedo depois de “Além do Horizonte”. Mas bastou Ricardo Waddington cutucar essa onça com vara curta e pronto. Neste sábado (10), a atriz que viveu Ana Rita em “Além do Horizonte” começa a experimentar algo totalmente novo nos estúdios do “Vídeo Show”: Mari passa a integrar a equipe do programa como repórter e promete dar mais gás (e diversão) à atração que já vem sofrendo reformulações por causa da baixa audiência.

A ideia do diretor é colocar uma cara mais popular e ampliar o espaço da comédia. Otaviano Costa já vem fazendo isso, enquanto o apresentador Zeca Camargo fica mais com as cabeças de matérias e algumas entrevistas. O Vem, gente! bateu um papo com a atriz (que, reforçamos, não deixará de ser atriz em hipótese alguma) para entender melhor como ela recebeu o convite e o que pretende no comando do microfone. Confira só:

VG: Mari, o convite surgiu pelo sucesso da personagem de “Além do Horizonte”?
Mariana Xavier: Também. Na verdade, o convite veio logo depois da exibição do “Vídeo Show” que eu participei junto com a Luciana Paes e a Yanna Lavigne. Nós fomos no palco convidadas do Zeca mesmo. Naquele dia, o Ricardo me chamou para conversar. Imagine, eu tomei um susto, né? Foi uma surpresa, mas estou super feliz em saber que alguém como ele está olhando para o meu trabalho. Acredito que não tenha sido só pela participação no programa, nem só pela novela ou pelo filme (Mariana ficou conhecida no longa “Minha Mãe É uma Peça”, de Paulo Gustavo). É uma conjuntura de fatores. Eu sou uma figura interessante para eles, porque rola uma identificação popular por causa desses trabalhos. Foram personagens muito populares e o feedback é grande na rua.

VG: E o que o Waddington te pediu exatamente?
Mariana Xavier: Ele quer um hibrido de atriz com apresentadora. Eu nem sei exatamente como vai ser, a gente vai descobrir na prática também, mas em tese vou seguir a linha do que a galera já faz lá. Vai ter uma pegada divertida, de brincar com os bastidores, de mostrar espontaneidade. E também estou louca para ir para galera, gravar no Mercadão de Madureira (risos)… Esse é meu universo, meu mundo. Eu gosto desse contato.

VG: Vai acontecer alguma alteração de equipe ou você entra como uma peça a mais no time?
Mariana Xavier: Que eu sabia, não vai mudar, não. Eu espero que ninguém saia para eu entrar, porque não quero macumba para mim (risos). É para somar mesmo, para tentar dar mais essa cara popular da comédia. Aliás, isso não é uma coisa só do “Vídeo Show”. De uma forma geral, existe uma demanda grande pela comédia. Na novela foi a mesma coisa. Mudaram diretrizes por conta dessa demanda. E como eu meio que sei fazer esse negócio (risos), as oportunidades estão surgindo. Mas o programa já está passando por mudanças independente da minha entrada.

VG: Você, assim como outras figuras famosas plus size da TV, como a Fabiana Karla, defendem muito que existe todo tipo de lugar para qualquer um de qualquer shape. Esse convite também significa uma vitória, uma quebra de paradigmas, na sua opinião?
Mariana Xavier: Total! É maravilho para mostrar que não é só a mulher alta, modelete que pode ser apresentadora ou repórter. E acho que, de volta ao assunto, vem forte a coisa da identificação. Nesse feedback do meu trabalho aparecem muitas mulheres que dizem que se identificam comigo, que eu ajudei na autoestima delas. Elas se viram representadas na TV, e isso é muito legal, é mais um sinal do quanto as coisas estão mudando, do quanto a TV está se democratizando e deixando de lado essa obsessão pela beleza padronizada.

Siga o Vem, gente! no Twitter! E conheça nosso Instagram!

Autor: Tags: , , , , , ,